Pesquisa:
 
Blog 40 Horas
Arte Jaws Digital
Mensagens de Blog 40 Horas
2
06.10.2009
Movimento Sindical
Todos na luta pelas 40 horas!

"Uma reivindicação histórica dos trabalhadores brasileiros está prestes a ser votada no Congresso Nacional. Vinte e um anos depois, a jornada de trabalho pode voltar a ser reduzida no Brasil, desta vez, das atuais 44 para 40 horas semanais.

Essa sempre foi uma importante bandeira de luta da nossa central.

No ano passado, a Força Sindical do Paraná liderou uma grande campanha no estado em favor das 40 horas. Fomos às ruas, nos mobilizamos nas fábricas, participamos de audiências públicas na Assembléia Legislativa e na Câmara Municipal de Curitiba.

Obtivemos importantes apoios como o do governador Roberto Requião, por exemplo. Colhemos um grande número de assinaturas para o abaixo-assinado pedindo a redução. Esse ano, fomos à Brasília e falamos com praticamente todos os deputados federais sobre a importância das 40 horas. Conquistamos o apoio de muitos deles.

Vencemos o primeiro round desta batalha depois que a Comissão Especial da Câmara aprovou a redução por unanimidade no dia 30 de junho. No dia 25 de agosto, travamos uma grande discussão com a classe patronal no Congresso, e saímos ainda mais fortalecidos. Agora, vamos aguardar a votação da proposta em dois turnos na Câmara e no Senado. Se ela for aprovada nessas votações, aí sim podemos comemorar.

Mas antes disso, temos que continuar na luta, pressionando os parlamentares a votar a favor das 40 horas. Veja como o seu deputado está se posicionando.

Se for contra ou estiver indeciso, cobre dele. Afinal de contas, foi você quem o elegeu com o seu voto e é você que paga o salário dele com o dinheiro dos seus impostos. Vamos seguir unidos e mobilizados para garantirmos mais essa importante conquista para todos os trabalhadores brasileiros!"

Sérgio Butka
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos da Grande Curitiba/PR e da Força Sindical do Paraná

 
 

0
06.10.2009
Movimento Sindical
40 horas é garantia de qualidade em todos os sentidos

"Eu quero as 40 horas semanais, sem redução salarial, pois a medida irá gerar centenas de milhares de empregos, mais tempo para a classe trabalhadora poder estudar e adquirir novos conhecimentos - para a profissão e para o seu crescimento pessoal - e para ter um convívio familiar maior".

"Além disto, a jornada menor garantirá mais produtividade e mais qualidade na produção. A jornada de 40 horas também poderá minimizar os transtornos da hora de locomoção no transporte público, muito comuns nos grandes centros urbanos. Este é um aspecto também muito importante a ser considerado".

Geraldino Santos Silva
Secretário de Finanças da CNTM

 
 

1
05.10.2009
Movimento Sindical
Jornada menor é inclusão social

"Do ponto de vista social, reduzir a jornada de 44 para 40 horas semanais, sem redução salarial, produz efeitos altamente positivos para a classe trabalhadora e, consequentemente, para a sociedade brasileira.

Além da criação de mais de 2 milhões de postos de trabalho, a medida permitirá a inclusão social e produtiva de jovens e desempregados. Será possível dignificar e humanizar mais as relações de trabalho.

Além de melhorar a qualidade de vida do trabalhador nos locais de trabalho, a jornada de 40 horas fará com que haja mais tempo para o trabalhador com a família e nas atividades de lazer, estudo e formação e qualificação profissional.

Outra aspecto crucial é que uma jornada menor permitirá a redução do número de acidentes e das doenças profissionais (estresse, depressão e lesões por atividade repetitiva, entre outras). Nossa luta é muito justa e merece o apoio de todos!"

Paulo Pereira da Silva, Paulinho
Presidente da Força Sindical e deputado federal – PDT/SP

 
 

1
05.10.2009
Movimento Sindical
40 horas aumentará produtividade

Entrevista:

Tadeu Morais, presidente do Dieese e vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de São Paulo e Mogi das Cruzes

 
 
Sob a ótica econômica, a redução da jornada também trará benefícios?
Tadeu Morais – Com certeza, sim! A redução da jornada contribui para o aumento da produtividade, já que o trabalhador exercerá seu ofício mais motivado, com mais atenção, concentração e com menos desgaste. A redução de jornada também evita despesa com manutenção e conserto de equipamentos decorrentes da fadiga e do cansaço do trabalhador.

Outro aspecto positivo é a modernização do parque industrial?
Tadeu Morais – Exatamente! Basta considerar que o setor produtivo continua tendo ganhos de produtividade, decorrentes de inovações tecnológicas e organizacionais, mais do que os salários. O câmbio favorece a modernização do parque produtivo das empresas, com a aquisição de máquinas e equipamentos a baixo custo. Já a contratação de pessoal e os aumentos salariais não têm acompanhado o aumento da produção e da produtividade, o que significa mais lucros para as empresas. A jornada de 40 horas é, portanto, uma questão de distribuição de renda e justiça social no País.

Qual é a média de participação do salário nos custos totais de produção?
Tadeu Morais – É inferior a 20%. A redução da jornada representaria menos de 2%, e ocorreria apenas uma vez. Houve desoneração em vários setores da atividade produtiva e redução de tributos com o fim da CPMF, sem redução de preços. Diante disto, as empresas podem perfeitamente arcar com a redução da jornada de 44 para 40 horas semanais. Esperamos que os empresários assumam uma postura mais progressista e deixem de atacar a nossa luta por um Brasil melhor!

Mais resultados: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37