Pesquisa:
2
17.03.2014
Movimento Sindical
Jornada de 40h, já!
CNTM
Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos

"A nossa luta em prol dos trabalhadores possui uma das mais importantes bandeiras: a redução da jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais sem redução salarial.

A última alteração que tivemos na carga horária dos trabalhadores que foi em 1988, na promulgação de nossa constituição, naquela época conquistamos a redução de 48 horas semanais para 44 horas semanais.

Mas precisamos e desejamos avançar mais, a nossa jornada de trabalho ao longo desse tempo não sofreu alterações apesar das inovações tecnológicas,do mercado e das formas de produção.

A redução da jornada de trabalho significa melhorias de qualidade de vida das famílias trabalhadoras e aumento das oportunidades de criação de mais empregos e consequentemente mais movimento para a economia.

Com uma jornada menor, a sociedade é quem vence, com maior ganho social dos trabalhadores e trabalhadoras, como mais tempo para dedicação aos estudos, lazer, convívio familiar e social, ea queda nos riscos de fadiga e acidentes provenientes da nossa atual jornada de trabalho.

No âmbito econômico, com a nova conquista, serão criados mais de 2 milhões de postos de trabalho, segundo estudo realizado pelo Departamento Intersindical de Estudos Socioeconômicos – DIESSE.Isso na pratica é aumentar as oportunidades e favorecer o aquecimento do mercado de trabalho.

Nós da Força Sindical defendemos as 40 horas semanais já! Só assim garantiremos que todos os trabalhadores e trabalhadoras possam ter equilíbrio entre suas vidas profissional, familiar e social".

Edmilson Domingues é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Ribeirão Preto e Região e Coordenador Regional da Força Sindical Ribeirão Preto

Comentar
Nome:
E-mail (opcional):
Comentário: caracteres faltando...
Copie o código ao lado no campo abaixo:
2 comentários para esta mensagem.
vamos fazer um baixo assinado virtual e manda para eles. porque eles esquece quando nao favorece a eles

Então .Porque os sindicatos que se diz a favor dos trabalhadores não fazem uma campanha na TV pedindo reduçao da carga horaria e cobrando dos deputados a aprovaçao da PEC 231/95 ? os trsabalhadores estao esperando a´mais de 18 anos.